Onda do Mar

from by Sacassaia

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

about

Pague o que puder, se não puder pagar não pague nada!

lyrics

O respeito pela onda
Cai pra dentro, não se esconda
E deixa fluir a vida
Na subida da maré
Eu também adoro praia
A morena saca a saia
Dá um gosto de gandaia
Da cabeça até o pé
Moleque resfolegante
Sorriso contagiante
Paga de comediante
E vende picolé
Bota o calção, tou pronto
Seu bikini me deixa tonto
Nem te conto
Dá um desconto
Nesse acarajé
Sou freguesia da Bahia
Maré sobe noite e dia
Dia e noite, correria
Sem perder a fé
Banho de água salgada
Energia renovada
No colo da mãe amada
Eu ganho um cafuné
Chega, estica a canga
Toma um suco de pitanga
Balanga, balanga a tanga
Calango babando há
Sol à milanesa
Olha a jóia da princesa
Na barraca tem uma mesa
Para a gente se sentar
O mundo é mar
O mar é mundo
Feito pro mergulho fundo
Por favor não seja imundo
Jogue o lixo em seu lugar
Na minha casa eu tenho
Um mar de oxigênio
Só se eu fosse um gênio
Pra nadar no ar
Se der bobeira
Vou surfar na cachoeira
A onda vai ser maneira
Mas eu vou me arrebentar
E fico na vontade
Se rola oportunidade
Pego o barco da saudade
E volto pra lá

Foi a onda do mar
Que me levou
Que me lavou
Abençoou
Foi a onda do mar
Que me salvou
Que me ensinou
Insinuou

A onda anda / Aonde anda / A onda?
A onda ainda / Ainda onda/
Ainda anda / Aonde? / A onda /
Bandeira sonda, não é mané 
E vai na onda que flutua 
Lua nova, bossa antiga
Que não míngua, vai crescente
E se tá cheia dá enchente na maré, é!
Que onda é essa
Que vem depressa?
Meça a vida e vamo nessa
E me diga a quantos pés
De quantos pés você precisa
Para andar sobre a água
Que afaga, que afoga
Na su'alma bota nódoa
E mancha sua fé
No planalto não tem praia
Mas tem o Sacassaia
E o candomblé
Que na raia é unânime
Faz, da marola, tsunami
E o ditame é o afoxé 
Quer? 
Quem não quiser é
Melhor dar no pé
Porque o papo aqui não é parangolé  
Até que ponto o conto
Vai de encontro ao encontro de
Verdades, verossimilhanças e migués?
Sincronia, sincretismo
Mimetizo e os cretinos ficam logo de cabelo em pé
E vão surgindo a todo instante
Tão constantes como um fedor
Então levante e ande
Cante insinuante sem pudor
Na correnteza da certeza
Do mar que ensinou, insinuou

Foi a onda do mar
Que me levou
Que me lavou
Abençoou
Foi a onda do mar
Que me salvou
Que me ensinou
Insinuou

credits

from Boca da Terra, released October 30, 2014
Música - Renato Matos, Gabriel Reis e Tomás Seferin
Letra e voz - Renato Matos, Gabriel Reis e Vitor Pirralho

license

tags

about

Sacassaia Brasilia, Brazil

Album Download:
WAV - bit.ly/2mx5cLt
MP3 - bit.ly/2kXsI8a

contact / help

Contact Sacassaia

Streaming and
Download help